terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

A Última Noite de um Tirano - Opinião

Este foi um livro que, sinceramente, se fosse para o comprar não o comprava, porque não faz muito o meu género. Ganhei-o num passatempo e quando o recebi em casa pensei “Bem de certeza que não vou gostar”, mas estava muito enganada, decidi dar-lhe uma oportunidade e não me arrependi nada. É muito pequenino, tem cerca de 170 páginas e li-o a correr.
Este livro é baseado na última noite da vida de Muammar Kadhafi. No decorrer do mesmo, vão sendo demonstrados os traços da sua personalidade e as ideias que vão dentro da sua cabeça, vendo-se a si próprio como um ser superior, adorado por tudo e todos, quase como tendo sido escolhido para guiar e libertar toda a humanidade do mal que os rodeia.
Vou ser completamente sincera, antes de ler este livro não sabia praticamente nada sobre Muammar Kadhafi, sabia simplesmente que era um tirano e sabia um pouquinho sobre a sua morte de resto era um zero à esquerda em relação à vida do mesmo.
Nunca tinha lido nada do autor, e só o fiquei a conhecer devido a um livro dele que saiu à relativamente pouco tempo e que me surtiu interesse.
Uma das particularidades que adorei neste livro, foi o facto de no decorrer do livro nos ser apresentado pequeninas palavras em árabe, tal como uma ou duas frases em russo o que permitiu aumentar um bocadinho a minha cultura linguística.
Adorei a escrita simples do autor e como ele consegue captar a nossa atenção fazendo com que seja difícil largarmos o livro. Só não o li num dia porque tinha de estudar para os exames, senão acho que em pouco menos de 4 horas o tinha devorado.
A única coisa negativa, no meu ponto de vista, acerca do livro foi o facto de por vezes no mesmo capítulo haver mudanças para o passado de Khadafi, as quais se tornaram um pouco difíceis de acompanhar porque as achei demasiado repentinas.
Definitivamente é um autor que tenho interesse em voltar a ler e recomendo o livro nem que seja para quando se quer fazer um escape do género literário que se está habituado, apesar de avisar desde já que há algumas partes, principalmente nas últimas folhas, que são um pouco gráficas e que podem ferir mentes mais susceptíveis, não se devendo esquecer desde o principio que este livro se passa em cenário de guerra.

Sem comentários :

Enviar um comentário