sábado, 23 de abril de 2016

Endgame: The Sky Key – Opinião

Neste segundo livro inicia-se a procura pela 2ª chave, a chave do céu, sendo que nem todos os jogadores estão interessados nessa busca. O que acontece é que devido a acontecimentos ocorridos no livro anterior, vamos encontrar jogadores que estão mais preocupados em se vingar, e existem outros que tentam arranjar uma maneira de acabar com aquele desafio.
Como segundo livro de uma trilogia, no geral gostei, mas como tinha adorado tanto o primeiro este ficou um pouco aquém das expectativas. Eu tenho um grande problema com as sequelas, porque sinto quase sempre que o autor deu tudo no primeiro e por vezes no segundo deixa de haver tanta emoção e ação.
Uma coisa que achei que me faltou no livro, e que foi uma das razões que me fez adorar o primeiro, foi não terem aparecido tantos lugares antigos e monumentais, achei o livro muito pobre quanto a isso, e visto este livro ser bastante relacionado com o passado e com as antigas culturas, acho que é algo essencial e que não devia ser excluído.
Outro problema, foi que neste segundo livro as personagens se tornaram um pouco irritantes (digamos que maior parte são psicopatas e que as ideias que lhes vão na cabeça, por vezes, não são muito agradáveis). A personagem que mais me chateou, foi Sarah Allopay, quando eram os capítulos dela só me apetecia deixar de ler, a única coisa que me fazia continuar era Jago, que para mim foi a personagem que mais sobressaiu e que mais me interessou neste livro. Achei que houve um foco maior nos sentimentos das personagens, do que propriamente na história em si.
O livro é bom, bastante rápido de ler e mesmo com os problemas que encontrei pelo caminho recomendo, espero é que o próximo seja um pouco melhor e que ainda saia este ano, como é o previsto. :D

Sem comentários :

Enviar um comentário