quinta-feira, 23 de junho de 2016

As Guardiãs do York – Opinião

Primeiro que tudo, quero agradecer à autora por me ter disponibilizado o livro. :)
“As Guardiãs do York” é um livro pequenino e fácil de ler, achei-o interessante, mas senti que faltou algo.
Entrei neste livro sem perceber bem do que se tratava, pois a sinopse não diz praticamente nada, só dá para perceber que o livro pertence ao género fantasia, e pouco mais que isso.
Esta história centra-se em 4 amigas, Mary, Bel, Paty e Cris, que de um dia para o outro começam a sentir-se “esquisitas”, dando conta de que muitas coisas estranhas se estão a passar à volta delas, descobrindo assim que cada uma possuí um tipo de poder.
Durante toda a narrativa nota-se que a autora foi bastante minuciosa a nível de pormenores e que tem bastante imaginação, o problema é que achei que essa imaginação não foi bem aproveitada. Achei que o livro ao princípio foi um pouco lento demais e que no final começou a andar demasiado depressa, não houve um meio termo, chegando ao ponto de ter que ler algumas páginas de novo, porque já não estava a perceber nada do que se estava a passar.
Tive bastante dificuldade em acompanhar os saltos temporais, acho que não estão bem explicados, e pode ter sido esse o motivo que me fez achar que o livro estava bastante lento ao princípio.
O que gostei mais foram as partes cómicas, gosto de livros que me façam rir, e neste houve bastantes momentos em que isso aconteceu.
Tenho que dizer que achei o livro bastante previsível, sendo que quase ao principio já tinha suspeitas de quem era o York, o que me estragou um pouco o resto da história. Para além do já referido, outro ponto negativo é uma grande quantidade de erros que foram aparecendo pelo caminho, e que não ajudaram nada na leitura.
Foi uma leitura agradável e espero sinceramente que a continuação seja mais esclarecedora, pois achei que muita coisa ficou por dizer e explicar.

Sem comentários :

Enviar um comentário