sábado, 9 de julho de 2016

Gatos Guerreiros: O Apelo da Floresta – Opinião

Tenho que admitir que comprei este livro meramente pela capa, que é fenomenal. *-*
Este livro centra-se na personagem Ferrugem, um gato de casa, ou mais propriamente um “tareco”, como é tratado pelos outros gatos que vivem livres, não vivem com os “duas pernas”.
Basicamente a estória é vista do ponto de vista do Ferrugem, o qual passa a integrar um dos clãs que habita a floresta. O que acho bastante engraçado, é o facto de existirem imensos pormenores que são descritos, durante a narrativa, que fazem com que consiga imaginar perfeitamente os gatos a pensarem assim ou a fazerem determinados gestos, não sei se é por ter gatos mas acho fantástica a abordagem e a minúcia do autor durante toda a escrita.
Um ponto bastante negativo em relação a este livro são os nomes dados aos gatos, que vão mudando consoante a hierarquia a que pertencem, se se mudar de hierarquia muda-se de nome. Chegou a uma parte em que foram apresentados uns 20 gatos de seguida e eu nem consegui perceber que eram gatos diferentes nem entender quem era cada um, só mais tarde comecei a entender a mecânica por trás. Os nomes são demasiado parecidos, e sendo este um livro juvenil acho que não ajuda nada na leitura, pois é bastante fácil baralhar a estória toda se não estivermos realmente atentos ao que estamos a ler.
É um livro bastante engraçado e acho que é uma boa saga juvenil, apesar disso não sei se continuarei com a mesma pois não me prendeu muito e estaria a comprá-los simplesmente porque adoro as capas dos livros, o que ando a tentar não fazer.

Sem comentários :

Enviar um comentário