terça-feira, 29 de novembro de 2016

Crónicas de André e Vicente: A Cidade das Brumas – Opinião

Mais uma vez diverti-me bastante a ler uma obra escrita pela autora Anita dos Santos.
A autora usa por todo o livro expressões muito engraçadas e tem uma imaginação enorme, como se pode ver pelo nome do personagem mensageiro, quando li o nome pela primeira vez desmanchei-me a rir.
Tal como ocorreu com o primeiro (opinião aqui), não o achei nada maçudo e apesar de haver alguma descrição a mesma não se torna chata e até ajuda bastante o leitor a situar-se e a imaginar completamente as personagens como elas são. Algo que achei bastante interessante foi o facto de a autora usar nomes de árvores em algumas personagens, sendo que as mesmas apresentam semelhanças com as árvores a que estão associadas.
Em comparação com o outro livro achei este mais complexo e muito melhor a nível de revisão, pois o anterior pecou muito a esse nível.
Durante toda a leitura vão aparecendo vários ditados, o que para mim é ótimo num livro dirigido aos mais jovens, pois com esta leitura poderão aprender muito sobre esta temática o que é sempre importante.
A única coisa que tenho a apontar é sobre o modo de falar do Bosques, não me apercebi disso no primeiro livro, talvez não o tivesse visto com atenção, ou então neste não consegui acompanhar as suas falas, pois o que aconteceu foi ficar confusa e ter que ler as suas frases bastantes vezes até conseguir perceber o que é que ele estava a tentar transmitir.
No geral gostei bastante da obra, e acho que esta é uma saga muito engraçada para que a faixa etária juvenil possa começar a ler e a interessar-se pelos livros.

Sem comentários :

Enviar um comentário