domingo, 31 de julho de 2016

As Dez Figuras Negras – Opinião

Este foi o 3º livro da autora que li e mais uma vez achei excepcional.
Apesar de já saber tudo o que iria acontecer no livro, porque já tinha visto a sua adaptação para série (by the way, quem ainda não viu que veja, está brutal), foi maravilhoso ler o livro, pois é sempre diferente, apesar disso a sua adaptação está bastante bem feita.
Adorei o livro,  as personagens são tão diferentes umas das outras, mas ao mesmo tempo tão iguais que chega a meter impressão. Faz pensar sobre as pessoas que nos rodeiam, se são realmente quem nós julgamos ser, e que segredos macabros poderão esconder.
É impressionante a capacidade que a autora tem de conseguir escrever sem que o leitor consiga perceber quem é o assassino até à última página, sendo que normalmente quem desconfiamos nunca é o culpado.
Todas as artimanhas que são descritas durante toda a narrativa, demonstram uma inteligência descomunal por parte de Agatha Christie, é impressionante como coisas tão fascinantes podem vir da cabeça de uma só pessoa. É tudo tão bem pensado e vai tão ao pormenor que fiquei boquiaberta com certas revelações que foram aparecendo ao longo do livro.
Esta estória mostra que é possível fazer o crime perfeito, o que torna tudo muito mais empolgante e viciante, e como a mente humana pode ser manipulada de tal forma que nem se dá por isso.
Mais uma vez a autora não desaponta, não é por acaso que é designada como a rainha do crime. Se tiverem a oportunidade este é um livro que têm mesmo que ler.

sábado, 23 de julho de 2016

Accio Books – 3º livro julho 2016

Finalmente consegui acabar o calhamaço, estava a ver que acabava o mês ainda a ler aquilo.
Como tal, é hora de partir para a próxima leitura. Visto estar de férias, e não estar por casa, tive que trazer comigo uns quantos livros atrás, e por isso as escolhas estão um pouco mais reduzidas, mas mesmo assim claro que trouxe alguns livros que estou ansiosa para ler no momento.
Decidi então pegar no livro “Uma Chama entre as Cinzas” de Sabaa Tahir, que comprei o mês passado. Andava a tentar pegar em livros que tinha em casa à mais tempo, mas quando um livro destes nos vem parar ás mãos é impossível continuar na TBR.
Já ouvi e li imensas opiniões boas deste livro, que é muito viciante e que a estória é bastante boa, espero sinceramente que este livro seja tudo isso e muito mais, porque depois do livro que li preciso de algo leve e fácil de ler, mas daqueles bons que fazem com que colemos o nariz no livro, sem o conseguir tirar nem para comer ou dormir.
Já leram?

sexta-feira, 22 de julho de 2016

A Escolha – Opinião



Como já disse na opinião dos dois livros anteriores (opinião de “A Seleção” aqui e de “A Elite” aqui), esta é uma das minhas sagas preferidas no momento, e como tal este terceiro livro não desiludiu.
O livro “A Elite” acaba com a mudança repentina de ideias por parte do pai de Maxon de não mandar para casa America, devido a Maxon lhe ter dito que foi ela que lhe salvou a vida durante um ataque dos rebeldes.
Mais uma vez este livro foi lido em 2 dias, pois tal como os anteriores tornou-se um vício desde que li a primeira página.
Não me queria estar a repetir, mas sinceramente tudo o que disse nas opiniões anteriores refletem quase tudo o que senti sobre este terceiro, desde a escrita da autora ser fluída e muito apelativa até à cativante estória entre Maxon e America.
Neste último livro já comecei a engraçar um pouco mais com Aspen, apesar disso acho que desde o primeiro livro que esta personagem passou para segundo plano, e por isso nunca consegui formar uma empatia com ele.
Na opinião do 2º livro afirmei que Celeste era uma personagem detestável, neste livro mudei completamente a minha opinião, passei a gostar muito mais dela e tenho pena de como as coisas se desenrolaram no final para esta personagem. Do que estou a falar? Bem, não vou dar spoilers, por isso se querem saber vão ter que ler o livro. :)
Esta saga é genial, Kiera Cass é uma autora excepcional que demonstra bastante criatividade e minúcia, no decorrer de toda a estória, pois apesar de muitas das coisas que acontecem serem previsíveis, não vou dizer que não sejam, existem vários momentos que nos deixam de queixo caído.
Vai ser muito difícil conseguir arranjar uma outra saga que me prenda tanto como esta o fez, sei que esta ainda tem mais livros, mas já não são vistos do ponto de vista da America, por isso para mim é como se tivesse acabado.
Nunca fui de ler livros 2 vezes, apesar disso acho que daqui a uns tempos os vou reler, só para me poder perder novamente neste mundo maravilhoso criado pela autora Kiera Cass.

terça-feira, 19 de julho de 2016

Espera Por Mim – Opinião

Tenho muita pena de dizer o que vou dizer a seguir, mas este livro desiludiu-me imenso.
O primeiro livro da duologia foi excelente (opinião aqui), mas este ficou muito aquém das expectativas, muito provavelmente por passar a ser descrito do ponto de vista do Adam e não da Mia, o qual não ganhei empatia nenhuma durante o livro todo, não gostei da personalidade dele e foi-me difícil colocar na sua posição, pois achei as atitudes dele demasiado dramáticas.
Como não tinha visto que este segundo livro se passava em volta de Adam, fiquei um pouco baralhada ao princípio, porque estava tudo escrito na forma masculina e não estava a perceber o porquê. Quando me apercebi finalmente, fiquei super triste porque eu adorava a Mia e estava à espera de uma continuação vinda da parte dela.
Algo bastante original e que gostei no livro, foram os pequenos pedacinhos das letras das músicas da banda de Adam no início dos capítulos. Nunca tinha visto nada parecido e adorei que o tivessem feito, pois tornou todos os sentimentos por parte do Adam mais reais, porque tal como acontece com muitos músicos, eles usam a música para se expressarem, e é possível ver todos os sentimentos que ele possuía apenas lendo esses trechos.
Tirando essa parte, achei o livro muito monótono, estava sempre a contar as páginas que faltavam para o acabar, e senti que não houve um meio termo a nível da velocidade da ação, ou era muito vagarosa, ou de repente acelerava e perdia-me, tendo que ler o capítulo todo outra vez, porque ficava sem perceber metade do que estava a ler.
Muito sinceramente devia ter ficado pelo primeiro livro, este segundo para mim foi a desilusão total, na minha opinião estragou a duologia, fazendo com que ficasse um pouco de pé atrás quanto a ler mais livros da autora.

quarta-feira, 13 de julho de 2016

A Elite - Opinião

Este é o segundo livro da saga “A Seleção”, e tal como o primeiro li-o com uma enorme rapidez. Podem ver a opinião do primeiro livro aqui.
Esta obra vicia desde a primeira até à sua última página, para mim foi quase impossível baixar o livro, só o fazia porque tinha que estudar para os exames, mas mesmo assim li muito mais do que estudei.
O livro anterior acabou com a escolha da Elite, quando Maxon foi obrigado a reduzir o número de candidatas devido a ataques provenientes de rebeldes.
Com a redução do número de raparigas, começaram a existir mais intrigas entre as mesmas, podendo ver-se que por vezes havia momentos em que tentavam passar a perna às suas adversárias para que estas fossem mandadas embora.
Gostei bastante destas intrigas pois foram permitindo perceber quais as intenções de cada uma, se estavam lá para ganhar o coração de Maxon ou somente pela coroa.
Tal como no livro anterior adorei as personagens America e Maxon, continuando a não achar muita piada a Aspen (só por aqui podem perceber por quem estou a torcer – Team Maxon *-*). Neste livro comecei a sentir bastante simpatia por Marleen, que é uma das candidatas e que já no primeiro livro se mostrou bastante acessível, só comecei a dar-lhe mais atenção neste livro provavelmente por haverem menos raparigas. Por outro lado a Celeste, outra candidata, ganhou somente a minha raiva, houve momentos que me apetecia bater-lhe por ser tão irritante e snobe.
Arrisco dizer que Kiera Cass se tornou uma das minhas autoras preferidas, adoro a maneira dela escrever, é tão simples mas ao mesmo tempo prende tanto que é quase impossível não querer ler logo os livros todos.
Esta estória é maravilhosa, fiquei completamente rendida a todo o universo desta saga e recomendo-a a 100%. Acreditem, têm que ler, tenho a certeza absoluta que vão ficar tão maravilhados como eu.
Go Team Maxon!!!

sábado, 9 de julho de 2016

Gatos Guerreiros: O Apelo da Floresta – Opinião

Tenho que admitir que comprei este livro meramente pela capa, que é fenomenal. *-*
Este livro centra-se na personagem Ferrugem, um gato de casa, ou mais propriamente um “tareco”, como é tratado pelos outros gatos que vivem livres, não vivem com os “duas pernas”.
Basicamente a estória é vista do ponto de vista do Ferrugem, o qual passa a integrar um dos clãs que habita a floresta. O que acho bastante engraçado, é o facto de existirem imensos pormenores que são descritos, durante a narrativa, que fazem com que consiga imaginar perfeitamente os gatos a pensarem assim ou a fazerem determinados gestos, não sei se é por ter gatos mas acho fantástica a abordagem e a minúcia do autor durante toda a escrita.
Um ponto bastante negativo em relação a este livro são os nomes dados aos gatos, que vão mudando consoante a hierarquia a que pertencem, se se mudar de hierarquia muda-se de nome. Chegou a uma parte em que foram apresentados uns 20 gatos de seguida e eu nem consegui perceber que eram gatos diferentes nem entender quem era cada um, só mais tarde comecei a entender a mecânica por trás. Os nomes são demasiado parecidos, e sendo este um livro juvenil acho que não ajuda nada na leitura, pois é bastante fácil baralhar a estória toda se não estivermos realmente atentos ao que estamos a ler.
É um livro bastante engraçado e acho que é uma boa saga juvenil, apesar disso não sei se continuarei com a mesma pois não me prendeu muito e estaria a comprá-los simplesmente porque adoro as capas dos livros, o que ando a tentar não fazer.

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Accio Books – 2º livro julho 2016

Como era de prever já acabei o livro “A Herdeira” de Kiera Cass, tal aconteceu com os outros a leitura foi bastante viciante e por isso não demorei muito tempo a devorá-lo.
Agora vem aí uma leitura que só de pensar já estou com medo, decidi que vou ler “O Inverno do Mundo” de Ken Follett, que é o 2º livro da trilogia “O Século”. É um livro enorme (só tem 832 páginas), e sei que vou demorar uma eternidade até o acabar, mas apesar disso acho que vai ser uma boa leitura, adorei o primeiro e espero que este seja mais ou menos o mesmo.
Este é um livro que me foi emprestado e como começo a ver-me apertada sobre onde colocar os meus livros, pois o espaço é diminuto neste momento, decidi que estava na hora de lhe pegar para o poder devolver ao dono, para além disso este era um dos livros que estão na minha lista dos 5 livros para ler neste verão (ver a lista aqui), sendo que será portanto o 2º livro dessa lista a ser lido, o 1º foi “O Herói das Eras – Parte I”.
Wish me luck*

domingo, 3 de julho de 2016

Bibidi Bobidi Books – Book Haul junho 2016

Este mês portei-me muuuuuito mal :/ (desculpa carteira, não foi minha intenção, mas estou feliz com as minhas compras e isso é que interessa ^_^).
Neste Book Haul vou tentar não me alongar muito, senão este post fica enorme.
Como sabem este mês foi a Feira do Livro de Lisboa, e como tal fui lá 3 vezes, mas apesar disso só trouxe de lá um livro, que me foi dado e não comprado, sendo esse livro o “Puros” de Julianna Baggott. (Nesta parte até me portei bem, o pior foi o resto).
Visto eu ter ido à feira do livro e não ter comprado nada, decidi que este mês era para comprar livros à mesma, nunca o devia ter feito.
Fazendo as contas comprei 10 livros, troquei 1 e foi oferecido 1.
A troca que fiz foi o livro “O Circo dos Sonhos” de Erin Morgenstein, pelo livro “A todos os rapazes que amei” de Jenny Han, sendo que a troca foi feita com a Ana do blogue The Girl Who Reads Books. Já ouvi falar maravilhas do livro, mas sinceramente estou muito apreensiva sobre ele, porque não sei se irei gostar, por isso preferi trocar em vez de o adquirir.
Agora aqui vai a lista dos livros que comprei, acreditem que podia ter sido pior. Comprei então “Os 100” e “Os 100 – 21 dias depois” de Kass Morgan, “O Filho Dourado” de Pierce Brown, “A Passagem - Parte I” e “A Passagem – Parte II” de Justin Cronin, “A Herdeira” de Kiera Cass, “Um dó li tá” de M. J. Arlidge, “A Rainha de Tearling” de Erika Johansen, “Uma Chama entre as Cinzas” de Sabaa Tahir e por último “Não digas nada” de Mary Kubica.
Apesar de terem sido muitos, estavam todos na minha wishlist e consegui-os a preços acessíveis, por isso estou bastante contente com o balanço do mês.
Que livros vieram parar à vossa estante este mês? :D

sábado, 2 de julho de 2016

Accio Books – 1º livro julho 2016

Anteontem finalmente consegui acabar o livro “O Herói das Eras – Parte I”, estava difícil, mas com grande esforço nos últimos dias consegui dar-lhe um grande avanço.
Bem, como poderão depois ver no Bibidi Bobidi Books uma das minhas compras deste mês foi nada mais nada menos que “A Herdeira” de Kiera Cass (nope, não consegui resistir :/).
Dito isto, já perceberam o que vou ler certo?


Desta vez vou fazer uma leitura conjunta com mais três meninas, que começou ontem, pois decidimos que seria engraçado lermos juntas e irmos comentando ao longo da leitura o que vai acontecendo.
Quem vai entrar comigo nesta leitura, vai ser a Ana do blog The Girl Who Reads Books, a Carolina do blog The Books On My Shelfs e a Mariana do Instagram @marychamberofbooks (não se esqueçam e visitar as páginas delas). Acho que vai ser uma leitura bastante agradável, e sinceramente estou bastante feliz por voltar a ler Kiera Cass.
E vocês, já fizeram leitura conjunta alguma vez?