segunda-feira, 20 de novembro de 2017

The Wrath and the Dawn – Opinião

Desde que tinha ouvido falar deste livro que andava com a pulga atrás da orelha para o ter. Acho que este deve ter sido dos primeiros livros, senão mesmo o primeiro, que adquiri em Hardcover e não me arrependo nada. A edição é maravilhosa o que dá ainda mais vontade de passar cada página, ajuda a ganhar gosto pelo livro, não é que seja necessário pois a estória é fantástica por si só.
Desde muito cedo que adoro grande parte da cultura dos países árabes, no que diz respeito a música, estórias ou mesmo o vestuário destes países, como tal todos os pequenos pormenores descritos foram sensacionais, pois permitiram mergulhar numa cultura que para mim me fascina.
Shahrzad, personagem principal desta estória, encantou-me desde o princípio pela sua personalidade forte e determinação em vingar a morte da sua melhor amiga, pelas mãos do temível Khalid, que mata as esposas no dia a seguir ao casamento.
Foi quase impossível deixar o livro de lado para ir fazer qualquer coisa mundana, como comer, o vício era tanto que quase não dormia para conseguir acabar o livro e perceber o que raio se estava a passar, mesmo que os olhos praticamente já não se mantivessem abertos e tivesse que ler a mesma linha 20 vezes.
Quem gosta de mundos de fantasia recomendo a 100% adquirir esta obra fabulosa. De certeza que não demorarei muito até comprar o segundo volume, em Hardcover também, como é óbvio.

sábado, 18 de novembro de 2017

Accio Books – 4º livro novembro 2017

Será que é desta que volto a conseguir ler 6 livros num mês? Metade já está, por isso vamos acreditar que sim.
O livro que se segue é o 2º de uma suposta trilogia, que agora não sei bem porquê (dinheirooooo!) virou uma saga, “Glass Sword” de Victoria Aveyard. Li o 1º o ano passado e gostei bastante, mas andava com bastante preguiça de pegar neste, por isso fui deixando arrastar, até que esta semana surgiu a capa do 4º livro o que despoletou novamente o interesse para continuar esta série.
Já li as primeiras páginas e tenho a dizer que este tempo de pausa me fez muito mal, não me recordava de grande coisa, alguns nomes de personagens não me diziam nada o que tornou o início um pouco confuso, mas acho que já estou mais encaminhada.

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Accio Books – 3º livro novembro 2017

E nem estamos a metade do mês e já vou para o 3º livro! Acho que isto já não me acontecia há uns bons meses, não sei se ando a acertar nos livros ou se o stress todo com que ando me faz agarrar mais à leitura para poder descontrair.
Desta vez o livro a vir parar à mesa de cabeceira foi “The Call” de Peadar O’Guilín, já li um pouco e ainda não sei bem se estou a gostar ou não, mas está a ser de leitura bastante rápida, o que é sempre agradável.
Tenho sempre um pouco de receio quando os livros de fantasia se distanciam da realidade, em termos de seres mitológicos, porque apesar de adorar fantasia estes mundos são bastantes diferentes e não consigo sentir ligação. Dentro da irrealidade são demasiado irreais.
Já alguém leu?

terça-feira, 14 de novembro de 2017

A 5ª Vaga – Opinião

Esta foi uma leitura bastante agradável, mas para ser sincera estava à espera de mais. 
Fui apresentada a esta trilogia quando o 1º livro foi adaptado para filme e, como os livros costumam ser bastante melhores que os filmes, fiquei com as expectativas bastante elevadas, o que deu para o torto. Passei o livro todo a fazer comparações entre ambos e por mais que me custe admitir achei o filme bastante mais interessante, a começar pela personagem principal, Cassie,  interpretada no grande ecrã por Chloe Moretz.
No filme esta é-nos dada a conhecer como uma guerreira, pois consegue passar todas as adversidades que encontra pelo caminho com relativa facilidade e calma, mas no livro ela é a típica rapariga adolescente americana com um enorme problema de autoestima, que tem uma crush enorme pelo rapaz mais giro da escola e que às vezes se torna bastante irritante, e só apetece dar estalos com certas atitudes que ela tem.
Um defeito no livro é a troca de personagens entre capítulos e que, como não é assinalado em lado nenhum pode tornar-se confuso, pois, temos que estar a adivinhar quem vai falar a seguir. Para mim não foi uma confusão gigantesca porque tinha lido que estas mudanças de personagens ocorriam, mas para quem não sabe o “choque” ainda deve ser grandinho.
Agora as partes boas, acho a temática super interessante e a estória está muito bem feita e pensada, o que me fez ficar o livro todo a pensar o que faria em cada situação em que as personagens são submetidas, por exemplo, verem todas as pessoas que amam a morrerem sem poderem fazer nada para travar isso.
Quanto a outras personagens, gostei muito mais do Ben e do Evan no livro, provavelmente porque nos é permitido ver as coisas pelo ponto de vista deles o que ajuda sempre na criação de laços com as personagens, torna-as mais “reais”, digamos assim.
Em suma, estou a contar gostar mais do 2º, veremos se isso se irá realizar.

domingo, 12 de novembro de 2017

As Lições do Pinguim – Opinião

Que livro mais fofo! *-* (É sobre pinguins não estava à espera de outra coisa)
Ao contrário de um outro livro que li este ano sobre animais, “Dewey” (opinião aqui), apesar de haver alguma informação sobre a vida do autor, achei que neste caso ficou bastante bem enquadrado e que a informação dada era importante para percebermos bem o conteúdo que nos estava a ser transmitido.
Sou sincera quando digo que a América do Sul nunca foi local que me fascinasse mas fiquei super curiosa após esta leitura.
Está escrito de uma maneira fabulosa, parece que me conseguia ver em todos os pequenos instantes contados, ajudando também com as belíssimas ilustrações que fomos encontrando ao longo do livro e que ajudam a visualizar Juan Salvado da melhor maneira possível.
É um livro muito engraçado, o qual recomendo para pessoas que gostem de animais, sejam eles pinguins ou não.

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Accio Books – 2º livro novembro 2017

E com o livro anterior lido, consegui atingir o meu objectivo deste ano de ler 40 livros, por isso tudo o que vier agora é bónus. :D
The next chosen one, como 2ª leitura do mês e 41ª do ano, foi nada mais nada menos que “O Casal do Lado” de Shari Lapena. Andava há meses para tentar arranjar este livro em segunda mão, mas como ganhei cheques-prenda da Bertrand aproveitei para o adquirir o mês passado, e como a vontade de o ler era enorme, não consegui deixá-lo de lado e ir ler outra coisa.
Todas as pessoas que conheço e que leram esta obra ficaram completamente rendidas, como tal, estou com as expectativas super em alta, e espero não me desiludir.
Já leram?

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Accio Books – 1º livro novembro 2017

O quê? Como assim já é novembro? Este mês passou demasiado depressa e não consegui fazer nem metade do que queria!
Com a TBR a crescer a olhos vistos lá vou eu tentar, mais um mês, ver se a consigo diminuir ou mesmo equilibrar.
Como primeira leitura dos mês, decidi continuar uma trilogia, a qual ainda não fiz a opinião do 1º livro, mas que sendo assim só me vai motivar para fazer a opinião antes de acabar o 2º, espero. O livro é “ O Mar Infinito”, 2º livro da trilogia a 5ª Vaga, de Rick Yancey.
Adoro livros distópicos, por isso como é óbvio fico sempre entusiasmada quando vou ler um. Rick Yancey não me desiludas!

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Maré Viva – Opinião


Não sei se o problema é meu ou não mas, ao contrário de todas as pessoas com quem já falei, não achei este livro nada de especial. Não é que o livro seja mau, porque não é, a estória está bem pensada, simplesmente não consegui sentir aquela magia que me faz ficar colada a um livro e o batimento cardíaco acelerado que me prende aos thrillers/policiais.
Desde as primeiras páginas que desvendei as últimas páginas do livro, por isso não tive aquele sentimento de surpresa que tanto gosto nos livros. Achei que os autores deixarem “pistas” demasiado óbvias, que talvez para os menos atentos lhes tenha passado ao lado, mas eu que tento sempre questionar tudo e todos apanhei esses pontinhos, o que fez com que não sentisse grande ligação ao livro pois sentia que já sabia o que vinha a seguir.
As personagens são interessantes mas nada por aí além, o que não permitiu que criasse laços com as mesmas.
Talvez faça mal, mas com tanta coisa por ler vou ficar-me por este livro e não continuar a saga.

sábado, 4 de novembro de 2017

Bibidi Bobidi Books – Book Haul outubro 2017

Estava preparadíssima para este mês não ter Book Haul para vos mostrar, pois portei-me super bem e até dia 29 de outubro não comprei nadinha, mas neste lindo dia em que me encontrei com umas amigas livrólicas como eu, a coisa mudou completamente de figura. Não foi nem 1, nem 2, nem 3 mas sim .... 8 livros num só dia, vou passar a explicar.
O que muitas vezes acontece entre livrólicas é a compra de livros umas às outras, e sendo assim por vezes neste almoços trago sempre 1 ou 2 que tinha ficado de comprar quando me junto com elas, mas desta vez uma delas tinha 3 livros para me dar e outra tinha mais 1, havendo logo ai um número grandinho, mas que ainda equilibrava os livros lidos com os comprados no mês.
O problema é que uma livrólica, que provavelmente conhecem como a Mafi do blogue “Algodão Doce para o Cérebro” tinha uma pequena surpresa para mim, ou seja, ofereceu-me os 3 livros da trilogia “The Winner’s Curse” em hardcover, e são tãooooo lindos (Obrigada Mafi, sei que já te agradeci mas fica aqui outra vez <3). Com isto lá vão 7.
Por último, não sei se viram no instagram do blogue, onde coloquei um vídeo em que mostrava que me tinham oferecido cheques presente da Bertrand, decidi assim que estava na altura de comprar um livro, “O Casal do Lado” de Shari Lapena, que andava há imenso tempo à procura em segunda mão mas que não o encontrava a preços simpáticos. E lá vão os 8.
Agora aqui fica a listinha dos livros discriminada:

  1. “The Winner’s Curse” de Marie Rutkoshi
  2. “The Winner’s Crime” de Marie Rutkoshi
  3. “The Winner’s Kiss” de Marie Rutkoshi
  4. “O Casal do Lado” de Shari Lapena
  5. “As Horas Invisíveis” de David Mitchell
  6. “As Intruções de Pitonisa” de Erik Axl Sund
  7. “A Livraria dos Destinos” de Veronica Henry
  8. “A Seca” de Jane Harper


E pronto é assim que numa tarde se sobe a TBR num piscar de olhos. Veremos se para o mês que vem a coisa corre melhor.



segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Accio Books – 4º livro outubro 2017

Sim, consegui, vou para o 4º livro do mês! Sei que faltam poucos dias para o fim do mês, mas hey nada é impossível, e pode ser que seja rápida e ainda vá para o 5º (*puffffpff não sonhes muito).
O livro escolhido foi “Aniquilação” de Jeff Vandermeer que, após meter na mesa de cabeceira, surgiu no Facebook que vai ser adaptado para cinema, tendo a atriz Natalie Portman no papel principal.
Não sei grande coisa do livro, só que é Sci-Fi, e acho que me lembro de ler algures que tinha um pouco de terror, mas não tenho 100% certeza disso.
Veremos o que sai daqui. Já leram? :)

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Accio Books – 3º livro outubro 2017

O mês não está a correr propriamente como eu gostava, pois queria imenso conseguir ler mais livros do que os que li até agora. A minha anterior leitura demorou demasiado tempo, sinceramente acho que tinha as expectativas demasiado elevadas o que fez com que a leitura não fosse prazerosa e até chegou a ser um sacrifício pegar no livro.
Gostava que o livro que escolhi desta vez não me fizesse arrepender de lhe ter pegado entre os quase 200 livro que tenho por ler em casa.
Desta vez peguei num livro que comprei este ano na Feira do Livro de Lisboa, aliás comprei a trilogia toda, pois estava relativamente barata. O livro em questão é “Slated: Reiniciada” de Teri Terry.
Uma coisa que já reparei que gosto bastante no livro, é que as letras são de um tamanho espetacular, ou seja, grandinhas, o que permite ler rápido, vamos lá ver se é verdade, e não forçar a vista, o que aconteceu na minha leitura anterior.
Espero não me arrepender de ter escolhido este livro, principalmente porque já tenho o resto da coleção. Não tenho as expectativas muito elevadas, por isso pode ser que corra bem desta vez.

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

ASOUE: The Slipery Slope (10º livro) - Opinião

Mais um livro desta série despachado, e finalmente melhor que os anteriores.
Tal como já venho a referir nos últimos livros (opinião 8º livro aqui e 9º livro aqui) a estória parecia que não andava a evoluir nada, era sempre a mesma coisa o que estava a tornar esta série difícil de pegar, maaaaaas, como que por magia, neste último livro as coisas começaram a tornar-se mais interessantes, pois foram desvendados alguns segredos que já andava à 9 livros à espera.
Neste livro os irmãos Baudelaire já não se encontram todos juntos, a Sunny foi levada pelo maldoso Count Olaf e encontra-se rodeada pela sua trupe que a tratam como uma criada, enquanto os seus irmãos tentam arranjar um plano não só para a salvar como para chegarem à sede VFD.
Neste livro existem várias surpresas, e vão aparecer novas personagens bastante interessantes e algumas antigas que continuam a não interessar para nada.
O meu problema com a série continua a ser a excessiva descrição do autor dos livros passados ou mesmo de coisas que não interessam, o primeiro capítulo é quase só sobre o que aconteceu no livro anterior, o que é bom quando não se lê há muito tempo, mas é chato porque para quem se lembra só apetece passar páginas à frente, que foi que fiz em algumas páginas quando o autor se mete a descrever coisas que eu já sei e que acho que são uma perda de tempo (ups, acho que não era suposto dizer isto!).
Continuo a achar piada a esta série, mas claro gostei muito mais dos primeiros livros, apesar disso estou com esperança que com o final (já só me faltam ler 3) eles se vão tornando cada vez melhores.
Gogogo Baudelaires!

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Accio Books – 2º livro outubro 2017

Olá minha gente! Cá vos trago outro post sobre o que se lê nestas bandas.
Voltei aos policiais, depois do livro maravilhoso que li anteriormente, sendo desta vez um livro que já ouvi falar maravilhas e que andava bastante curiosa para lhe pegar, “Aqueles que Merecem Morrer” de Peter Swanson.
Parece-me ser um livro curto, mas com letras bastante diminutas o que para mim não me ajuda por causa do esforço que faço para ler e porque um livro escrito assim para mim é como se lê-se um dos normais mas com o dobro das páginas, por isso acho que ainda me demoro um pouco a ler.
Estou com bastantes expectativas sobre este livro e espero não me desiludir.

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

O Olhar da Mente - Opinião

Tenho que admitir que não esperava grande coisa deste livro, aliás li-o porque achei que não ia gostar e assim poderia trocar por outro que ando há meses à espera de o comprar mais barato, mas foi dos policiais que mais gostei de ler este ano.
Adorei o inicio do livro, senti que fui logo puxada para a estória, parecia mesmo que estava a viver tudo aquilo pois é um livro contado na primeira pessoa, o que para mim ajuda bastante na leitura. Tudo começa em casa de Janek Mitter, que acorda sem saber onde está ou mesmo quem ele é, até que se depara com a sua mulher morta na banheira. O problema é ele não ter qualquer recordação da noite anterior, e por isso se torna o principal suspeito do crime.
Neste livro existe mais do que uma personagem a contar a estória, por isso conseguimos ver várias perspetivas do crime, conseguindo ver vários cenários do que poderá ter acontecido, sem nos cingirmos somente ao suposto autor do mesmo.
Tenho que admitir que já me tinha passado pela cabeça o final do livro, mas mesmo assim gostei bastante, e não foi este pormenor que me fez gostar menos, porque achei o livro muito bem escrito.
Estou bastante ansiosa para ler o 2º livro desta saga, que acabou de sair, e espero vir a lê-lo rapidamente.

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Bibidi Bobidi Books – Book Haul setembro 2017

Este mês não me portei muito mal se formos comparar a outros meses e também se não nos esquecermos que fiz anos em setembro, o que poderia ter sido uma desgraça para a minha carteira, por isso sinto que até nem me sai mal.
Este mês vieram para minha casa 6 livrinhos: 

  1. “Fechada para Inverno” de Jorn Lier Horst
  2. “Os Imperfeitos” de Cecelia Ahern
  3. “O Homem que perseguia a sua Sombra” de David Lagercratz
  4. “A Fuga” de C. L. Taylor
  5. “Century III: A Cidade do Vento” de P. C . Baccalario
  6. “Prodigy” de Marie Lu


O livro Century foi uma autentica pechincha, vi-o numa feira a 1€, acho que nunca tinha comprado um livro tão barato, e como era o único que me faltava na coleção nem pensei duas vezes.
Quanto ao livro da Marie Lu, já andava para comprar desde que acabei o 1º, que adorei, sendo este um dos livros que ainda me falta fazer opinião no blogue mas que tentarei fazer o mais rápido possível.
Espero neste mês de outubro conseguir aquilo que venho a dizer há meses que é, ler mais e comprar menos, para que a minha TBR vá finalmente começando a baixar, porque senão ainda vai ficar mais descontrolada e não pode ser.




sábado, 7 de outubro de 2017

Accio Books – 1º livro outubro 2017

E finalmente entreguei a tese, só falta a apresentação *uhhhhhh vai Iara tu consegues*, havendo portanto, em princípio, mais tempo para me dedicar ao blogue e aos quase 200 livros que tenho por ler em casa. Já não sei o que fazer da minha TBR, juro que ando a fazer um esforço para não comprar nada, mas é tão difícil!
Comecei um livro que ando há uns meses para ler, que para mim é dos livros mais bonitos mas mais estranhos que alguma vez vi, “The Wrath and the Dawn” de Renée Ahdieh, vou passar a explicar. O livro tem uma capa magnifica, a minha versão é em hardcover e estou maravilhada porque adoro hardcovers, mas devido a serem mais caros quase não tenho nenhum porque opto sempre pela versão mais barata, mas este livro estava em promoção, ao mesmo valor do paperback, e decidi comprar.
E agora vocês perguntam, porque achas estranha? Bem, isso tem a ver com as páginas que têm dimensões diferentes (podem ver na foto abaixo), coisa que eu nunca tinha visto e portanto acho fora do normal mas, o meu estranho não é propriamente mau, a sua estranheza torna o livro, no meu ponto de vista, único e foi uma das razões porque fiquei estes meses todos com ele na cabeça e com vontade de lhe pegar.
Já ouvi maravilhas sobre o livro por isso tenho as expectativas um pouco altas, espero não me desiludir.





sábado, 30 de setembro de 2017

Sobrevive - Opinião


Este foi um livro que me surpreendeu muito pela positiva, estava à espera de gostar, mas, mesmo assim, superou as minhas expectativas.
“Sobrevive” conta a estória de Zoo e da sua participação num Reality Show, muito ao estilo de Survivor, no qual 12 concorrentes são postos à prova quanto a conseguirem sobreviver num ambiente hostil. Neste programa não lhes é dado quaisquer provisões, a não ser uma bússola e alguns materiais e comida que vão ter que ir ganhando a partir de jogos em grupo ou sozinhos.
Adorei o livro, aprendi algumas coisas sobre sobrevivência que não sabia, acho que é bastante interessante para quem se interessa também por esta temática. 
Durante a narrativa vai havendo alterações temporais entre o início do programa e o presente, no qual Zoo se vê rodeada de situações macabras e bastante estranhas que levam o leitor a pensar se ela estará ainda a concorrer ou se tudo o que se passa não é mesmo realidade. Sou sincera quando digo que fiquei na dúvida até às últimas páginas sobre a veracidade ou não dos acontecimentos e se estaríamos mesmo ou não presentes num mundo pós-apocalíptico bem capaz de acontecer nos dias de hoje.

Achei a estória bastante bem feita, com personagens muito interessantes e que, tal como acontece em muitos livros distópicos, me meteu a pensar sobre como seria viver neste mundo.
Recomendo a leitura deste livro, para amantes deste género de leitura, acho que também irão ter uma bela surpresa.

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Accio Books – 3º livro 2017

E apesar de desde o início do mês ter achado que me iria ficar por 1 livro, no máximo 2, consegui começar um terceiro livro *clap clap clap* Obrigada, Obrigada!
Tive algumas dúvidas sobre o que queria ler, esta não foi a minha primeira escolha, mas não estou nada arrependida, estou completamente rendida ao livro.
E que livro estou eu a falar? - perguntam vocês – O livro é nada mais nada menos que “As lições do Pinguim” de Tom Michell.
Quem me conhece bem sabe que eu adoro animais, mas há sempre aqueles com que nos derretemos mais, eu sou assim com felinos e claro pinguins. Pinguins para mim são dos animais mais fofos que existem, só aquele andar fofo me derrete o coração e faz com que me apeteça logo arranjar um amiguinho desses para me fazer companhia, por mais que saiba que isso é impossível *sniff sniff*.
O livro é sobre uma estória real que se passou na América do Sul, mais propriamente Argentina e Uruguai, e conta a estória de como é que um mero passeio na praia se tornou das melhores “aventuras” do autor com uma bela companhia.
Do que li estou a adorar e pelo meu entusiasmo acho que não deverei demorar assim tanto a ler.
Quais são os vossos animais preferidos?

sábado, 23 de setembro de 2017

The Dark Sea War Chronicles. Volume I: Fighting the Silence – Opinião

Antes de mais gostaria de agradecer novamente ao autor por me ter permitido ler a sua mais recente obra antes de a mesma ser lançada dia 1 de outubro na Amazon.
Tenho que admitir que não sou grande fã de estórias que envolvam o espaço ou naves espaciais, coisas futuristas para mim são mais a nível de pós-apocalíptico na terra, mas adorei este primeiro volume da saga.
Ao princípio custou-me um pouco entrar na estória, pois há bastante discrição para que nos possamos enquadrar melhor naquele mundo - sim eu acho que esta primeira abordagem é essencial - mas chegou a um ponto que eu já estava baralhada com tantos nomes de personagens e com tanta carga de informação ao mesmo tempo, e foi só devido a isto que não dei 5* ao livro mas sim 4,75* no Goodreads.
Após passar esta primeira parte mais confusa comecei a ficar super viciada devido à intensidade dos acontecimentos e das maravilhosas personagens criadas pelo autor. Para mim é bastante importante conseguir criar ligações com as personagens, e achei que as mesmas tinham personalidades tão fortes que me permitiu ganhar empatia com elas quase de imediato, principalmente Byllard Iddo, a personagem central desta narrativa.
A maneira com o autor descreve os acontecimentos possibilitou que eu conseguisse visualizar tudo o que se estava a passar, fazendo com que me sentisse parte do enredo, o que ajudou bastante para que eu ficasse completamente colada ao livro, e contasse os minutos para poder voltar a pegar nele.
Amantes de ficção-científica, façam um favor a vocês mesmos e leiam esta saga, eu fiquei viciada e vou ficar à espera ansiosamente pelo segundo volume. :D

P.s.: Após ter escrito esta opinião o autor fez uma mudança que tornou o livro menos confuso no início, apesar disso vou continuar com a pontuação que tinha dado anteriormente, mesmo achando que está melhor. Com isto continuo a dizer para lerem esta saga que está brutal. :D