quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Accio Books – 2º livro outubro 2017

Olá minha gente! Cá vos trago outro post sobre o que se lê nestas bandas.
Voltei aos policiais, depois do livro maravilhoso que li anteriormente, sendo desta vez um livro que já ouvi falar maravilhas e que andava bastante curiosa para lhe pegar, “Aqueles que Merecem Morrer” de Peter Swanson.
Parece-me ser um livro curto, mas com letras bastante diminutas o que para mim não me ajuda por causa do esforço que faço para ler e porque um livro escrito assim para mim é como se lê-se um dos normais mas com o dobro das páginas, por isso acho que ainda me demoro um pouco a ler.
Estou com bastantes expectativas sobre este livro e espero não me desiludir.

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

O Olhar da Mente - Opinião

Tenho que admitir que não esperava grande coisa deste livro, aliás li-o porque achei que não ia gostar e assim poderia trocar por outro que ando há meses à espera de o comprar mais barato, mas foi dos policiais que mais gostei de ler este ano.
Adorei o inicio do livro, senti que fui logo puxada para a estória, parecia mesmo que estava a viver tudo aquilo pois é um livro contado na primeira pessoa, o que para mim ajuda bastante na leitura. Tudo começa em casa de Janek Mitter, que acorda sem saber onde está ou mesmo quem ele é, até que se depara com a sua mulher morta na banheira. O problema é ele não ter qualquer recordação da noite anterior, e por isso se torna o principal suspeito do crime.
Neste livro existe mais do que uma personagem a contar a estória, por isso conseguimos ver várias perspetivas do crime, conseguindo ver vários cenários do que poderá ter acontecido, sem nos cingirmos somente ao suposto autor do mesmo.
Tenho que admitir que já me tinha passado pela cabeça o final do livro, mas mesmo assim gostei bastante, e não foi este pormenor que me fez gostar menos, porque achei o livro muito bem escrito.
Estou bastante ansiosa para ler o 2º livro desta saga, que acabou de sair, e espero vir a lê-lo rapidamente.

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Bibidi Bobidi Books – Book Haul setembro 2017

Este mês não me portei muito mal se formos comparar a outros meses e também se não nos esquecermos que fiz anos em setembro, o que poderia ter sido uma desgraça para a minha carteira, por isso sinto que até nem me sai mal.
Este mês vieram para minha casa 6 livrinhos: 

  1. “Fechada para Inverno” de Jorn Lier Horst
  2. “Os Imperfeitos” de Cecelia Ahern
  3. “O Homem que perseguia a sua Sombra” de David Lagercratz
  4. “A Fuga” de C. L. Taylor
  5. “Century III: A Cidade do Vento” de P. C . Baccalario
  6. “Prodigy” de Marie Lu


O livro Century foi uma autentica pechincha, vi-o numa feira a 1€, acho que nunca tinha comprado um livro tão barato, e como era o único que me faltava na coleção nem pensei duas vezes.
Quanto ao livro da Marie Lu, já andava para comprar desde que acabei o 1º, que adorei, sendo este um dos livros que ainda me falta fazer opinião no blogue mas que tentarei fazer o mais rápido possível.
Espero neste mês de outubro conseguir aquilo que venho a dizer há meses que é, ler mais e comprar menos, para que a minha TBR vá finalmente começando a baixar, porque senão ainda vai ficar mais descontrolada e não pode ser.




sábado, 7 de outubro de 2017

Accio Books – 1º livro outubro 2017

E finalmente entreguei a tese, só falta a apresentação *uhhhhhh vai Iara tu consegues*, havendo portanto, em princípio, mais tempo para me dedicar ao blogue e aos quase 200 livros que tenho por ler em casa. Já não sei o que fazer da minha TBR, juro que ando a fazer um esforço para não comprar nada, mas é tão difícil!
Comecei um livro que ando há uns meses para ler, que para mim é dos livros mais bonitos mas mais estranhos que alguma vez vi, “The Wrath and the Dawn” de Renée Ahdieh, vou passar a explicar. O livro tem uma capa magnifica, a minha versão é em hardcover e estou maravilhada porque adoro hardcovers, mas devido a serem mais caros quase não tenho nenhum porque opto sempre pela versão mais barata, mas este livro estava em promoção, ao mesmo valor do paperback, e decidi comprar.
E agora vocês perguntam, porque achas estranha? Bem, isso tem a ver com as páginas que têm dimensões diferentes (podem ver na foto abaixo), coisa que eu nunca tinha visto e portanto acho fora do normal mas, o meu estranho não é propriamente mau, a sua estranheza torna o livro, no meu ponto de vista, único e foi uma das razões porque fiquei estes meses todos com ele na cabeça e com vontade de lhe pegar.
Já ouvi maravilhas sobre o livro por isso tenho as expectativas um pouco altas, espero não me desiludir.





sábado, 30 de setembro de 2017

Sobrevive - Opinião


Este foi um livro que me surpreendeu muito pela positiva, estava à espera de gostar, mas, mesmo assim, superou as minhas expectativas.
“Sobrevive” conta a estória de Zoo e da sua participação num Reality Show, muito ao estilo de Survivor, no qual 12 concorrentes são postos à prova quanto a conseguirem sobreviver num ambiente hostil. Neste programa não lhes é dado quaisquer provisões, a não ser uma bússola e alguns materiais e comida que vão ter que ir ganhando a partir de jogos em grupo ou sozinhos.
Adorei o livro, aprendi algumas coisas sobre sobrevivência que não sabia, acho que é bastante interessante para quem se interessa também por esta temática. 
Durante a narrativa vai havendo alterações temporais entre o início do programa e o presente, no qual Zoo se vê rodeada de situações macabras e bastante estranhas que levam o leitor a pensar se ela estará ainda a concorrer ou se tudo o que se passa não é mesmo realidade. Sou sincera quando digo que fiquei na dúvida até às últimas páginas sobre a veracidade ou não dos acontecimentos e se estaríamos mesmo ou não presentes num mundo pós-apocalíptico bem capaz de acontecer nos dias de hoje.

Achei a estória bastante bem feita, com personagens muito interessantes e que, tal como acontece em muitos livros distópicos, me meteu a pensar sobre como seria viver neste mundo.
Recomendo a leitura deste livro, para amantes deste género de leitura, acho que também irão ter uma bela surpresa.

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Accio Books – 3º livro 2017

E apesar de desde o início do mês ter achado que me iria ficar por 1 livro, no máximo 2, consegui começar um terceiro livro *clap clap clap* Obrigada, Obrigada!
Tive algumas dúvidas sobre o que queria ler, esta não foi a minha primeira escolha, mas não estou nada arrependida, estou completamente rendida ao livro.
E que livro estou eu a falar? - perguntam vocês – O livro é nada mais nada menos que “As lições do Pinguim” de Tom Michell.
Quem me conhece bem sabe que eu adoro animais, mas há sempre aqueles com que nos derretemos mais, eu sou assim com felinos e claro pinguins. Pinguins para mim são dos animais mais fofos que existem, só aquele andar fofo me derrete o coração e faz com que me apeteça logo arranjar um amiguinho desses para me fazer companhia, por mais que saiba que isso é impossível *sniff sniff*.
O livro é sobre uma estória real que se passou na América do Sul, mais propriamente Argentina e Uruguai, e conta a estória de como é que um mero passeio na praia se tornou das melhores “aventuras” do autor com uma bela companhia.
Do que li estou a adorar e pelo meu entusiasmo acho que não deverei demorar assim tanto a ler.
Quais são os vossos animais preferidos?

sábado, 23 de setembro de 2017

The Dark Sea War Chronicles. Volume I: Fighting the Silence – Opinião

Antes de mais gostaria de agradecer novamente ao autor por me ter permitido ler a sua mais recente obra antes de a mesma ser lançada dia 1 de outubro na Amazon.
Tenho que admitir que não sou grande fã de estórias que envolvam o espaço ou naves espaciais, coisas futuristas para mim são mais a nível de pós-apocalíptico na terra, mas adorei este primeiro volume da saga.
Ao princípio custou-me um pouco entrar na estória, pois há bastante discrição para que nos possamos enquadrar melhor naquele mundo - sim eu acho que esta primeira abordagem é essencial - mas chegou a um ponto que eu já estava baralhada com tantos nomes de personagens e com tanta carga de informação ao mesmo tempo, e foi só devido a isto que não dei 5* ao livro mas sim 4,75* no Goodreads.
Após passar esta primeira parte mais confusa comecei a ficar super viciada devido à intensidade dos acontecimentos e das maravilhosas personagens criadas pelo autor. Para mim é bastante importante conseguir criar ligações com as personagens, e achei que as mesmas tinham personalidades tão fortes que me permitiu ganhar empatia com elas quase de imediato, principalmente Byllard Iddo, a personagem central desta narrativa.
A maneira com o autor descreve os acontecimentos possibilitou que eu conseguisse visualizar tudo o que se estava a passar, fazendo com que me sentisse parte do enredo, o que ajudou bastante para que eu ficasse completamente colada ao livro, e contasse os minutos para poder voltar a pegar nele.
Amantes de ficção-científica, façam um favor a vocês mesmos e leiam esta saga, eu fiquei viciada e vou ficar à espera ansiosamente pelo segundo volume. :D

P.s.: Após ter escrito esta opinião o autor fez uma mudança que tornou o livro menos confuso no início, apesar disso vou continuar com a pontuação que tinha dado anteriormente, mesmo achando que está melhor. Com isto continuo a dizer para lerem esta saga que está brutal. :D