quarta-feira, 3 de maio de 2017

À Morte Ninguém Escapa – Opinião

Este é o segundo livro da saga “Helen Grace” de MJ Arlidge e, mais uma vez o autor não me desiludiu nada. Como os olhos também “comem”, adoro não só as capas desta saga como acho o nome dos livros completamente apelativos.
Thrillers não é um género que leia muito, apesar de adorar mas, tenho-vos a dizer que estou completamente fã do autor.
Tal como o nome da saga indica, a protagonista desta saga é Helen Grace, uma polícia-investigadora com um passado um tanto ou quanto perturbador, o qual começou por ser revelado no primeiro livro (opinião aqui) e, neste segundo, são nos dados mais segredos sobre o passado desta brilhante personagem.
Este livro vai-se centrar em assassinatos de homens de família que vivem vidas duplas, ou seja, enganam as mulheres recorrendo à prostituição. Estes assassinatos são cometidos de forma macabra, no qual é retirado o coração das vítimas e, Helen, mais uma vez, luta contra o tempo para conseguir parar este serial killer antes que faça mais vítimas.
Adorei este livro desde o princípio ao fim, tem uma leitura super rápida, muito por culpa dos capítulos serem minúsculos pois, assim o pensamento de “Ah que capítulo tão pequeno, vou só ler mais 1” faz com que se leia umas 50 páginas sem se dar por isso.
É uma leitura viciante e empolgante, que faz o coração acelerar mais depressa à medida que se vai avançando no livro, sendo até capaz de cortar a respiração devido à sua intensidade.
Se não fosse o facto de não gostar nada de ler livros da mesma saga de seguida, lia já todos os que foram publicados mas, como sei que depois vou começar a ficar “farta” de estar sempre dentro do mesmo mundo vou-me manter quieta e fazer uma pausa, nem que seja de um livro.
Recomendo esta saga a todos os amantes de Thrillers, e não só. É simplesmente excelente, têm meeeeeeesmo de experimentar porque, tenho a certeza absoluta que não vai haver ninguém que não se sinta envolvido nesta narrativa e que não vá adorar. Se pudesse dava 6* no Goodreads.

Sem comentários :

Enviar um comentário